NOTICIAS Principais Notícias Slides

EM DIÁLOGO COM A PREFEITURA, ACIM CONSEGUE LIBERAÇÃO DE MAIS ESTABELECMENTOS. DOCUMENTO OFICIAL SAI NA TERÇA-FEIRA, 31

Na próxima terça-feira, 31, a Prefeitura Municipal de Marabá publica novo documento autorizando a abertura de estabelecimentos comerciais e do setor de serviços, também considerados essenciais, além dos já citados no Decreto 26/2020, que entrou em vigor no último dia 24. A flexibilização é resultado de diálogo constante com o Comitê de Crise criado e instalado na sede do Executivo Municipal, do qual também fazem parte Associação Comercial e Industrial de Marabá (Acim)  Sindicato do Comércio de Marabá (Sindicom), Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (Sindihotel) e o Conselho de Jovens Empresários (Conjove).

O Comitê, atendendo ao clamor do empresariado local, se reuniu com o prefeito Sebastião Miranda Filho, para informar sobre os argumentos levantados nas últimas reuniões. “Assim, durante o final de semana, serão construídas novas implicações do decreto com a flexibilização. Ou seja, para a prefeitura e para o Comitê de Gestão de Crise, está claro que a partir do oitavo dia da paralisação do comércio, haverá a ampliação de setores econômico que vão poder trabalhar no comércio de Marabá”, anuncia o presidente da ACIM, Raimundo Nonato Araújo Júnior.

Ele salienta, porém, que essa flexibilização vai acontecer a partir de uma série de protocolos de higiene e de segurança de saúde que deverão ser adotadas pelas empresas e segmentos econômicos cujas atividades sejam liberadas.

Júnior apela a todos que mantenham a calma e a firmeza, com o objetivo de combater a pandemia e manter a esperança ativa. “O nosso setor econômico vai reacender e nós estaremos o tempo inteiro com o nosso Comitê de Crise avaliando que outros setores poderão ser liberados a partir da análise do cenário. Portanto, dias melhores veem e rapidamente”, incentiva ele.

“Continuem antenados, cumprindo a resoluções da Vigilância Sanitária, do decreto municipal, do Ministério da Saúde e também da OMS. A prevenção mais eficaz ainda é a higiene, então, vamos nos manter firmes nesse sentido, leque de atividades que serão liberadas”, conclui o presidente da ACIM.

ASCOM/ACIM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *