NOTICIAS Principais Notícias Slides

PRESIDENTE DO BASA VISITA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E INDUSTRIAL DE MARABÁ

A ACIM (Associação Comercial e Industrial de Marabá) recebeu na quarta-feira, 12, a visita do presidente do Banco da Amazônia S. A. (Basa) Valdecir José de Souza Tose. Ele esteve acompanhado do superintendente-regional Vanderlei José Oliveira Santos e gerentes das duas agências locais.

Após a coletiva aos meios de Comunicação, ele apresentou a diretores e associados da ACIM e a outros empresários convidados, os números aplicados em 2019, tanto no setor industrial e comercial quanto no agronegócio na região, mostrou os números do banco, falou dos desafios para 2020 na aplicação do FNO e das perspectivas do mercado e economia neste ano. O presidente do Basa também respondeu a questionamentos dos empresários locais e apresentou sugestões de investimentos.

No Pará, em 2019, a previsão de investimento era de R$ 2,7 bilhões, foram aplicados R$ 2,6 bilhões. Para o sul e sudeste do Estado a meta era de pouco menos de R$ 1 bilhão e foi atingida, chegando a R$ 1 bilhão.

“Ou seja, gente tem nesta região um potencial muito grande, tanto que está aumentando a previsão no Estado para R$ 2,8 bilhões e para esta região, R$ 1,5 bilhão. Porque aqui nós vemos mais oportunidades do que em outras regiões do Estado, principalmente no agronegócio, no setor comercial, que dá alicerce, tem relação muito próxima com o agronegócio”, avaliou.

Para o presidente da Associação Comercial e Industrial de Marabá, Raimundo Nonato Araújo Júnior, é sempre satisfatório para a classe produtiva local ter a aproximação do Basa e também de outras instituições financeiras.

Ele destaca que é a primeira vez que a ACIM recebe o presidente do Banco da Amazônia e afirma que, esse movimento de aproximação, “vem justamente em linha com a busca de impulsionamento que a entidade faz com seus associados e com o setor produtivo do comércio, da indústria e dos serviços, para este que possa olhar mais para o mercado com o desejo de incrementar mais o seu negócio”.

Júnior ressaltou que o volume de recursos vem aumentando anualmente para esta região e salientou que o Norte é, sem dúvida alguma, a região que tem maior potencial de desenvolvimento no País hoje, porque oferece muitas oportunidades. “Há muito a se fazer, muito a construir. Então é uma região, como um todo – e o Pará está no epicentro dela -, que tem um potencial gigantesco para novos investimentos”, acentuou o presidente da ACIM.

“Nós estamos muito felizes”, afirmou o presidente da Acim, enfatizando que todas vezes em que o Basa procurou a Associação Comercial ou a entidade cria uma oportunidade, recebe o Basa e outras instituições financeiras na Casa do Empreendedor.

“Continuaremos receber sempre, com o intuito de impulsionarmos realmente a relação entre a instituição financeira, preferencialmente uma fomentadora, como é o caso do Basa, do Banco do Brasil e também da Caixa Econômica, para que nós possamos fazer com que os nossos associados e também o setor produtivo possa, a partir desta casa ter condições de investir e reinvestir no mercado local”, refletiu Raimundo Júnior.

ASCOM/ACIM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *