NOTICIAS Principais Notícias Slides

ACIM, CONJOVE E SINDICOM SE REÚNEM COM ÓRGÃOS DE SEGURANÇA PÚBLICA

Ocorreu na manhã desta sexta-feira, 19, na sala do Comando do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), a segunda reunião para tratar da insegurança que ronda o comércio da cidade, notadamente na Nova Marabá e no Núcleo Cidade Nova. A primeira aconteceu na terça-feira, 16, na Secretaria Regional de Governo do Sul e Sudeste do Pará. Na ocasião, o secretário de Governo João Chamon Neto e o coordenador de Segurança Pública Odilon Vieira Neto receberam diretores da ACIM (Associação Comercial de Industrial de Marabá), CONJOVE (Conselho de Jovens Empresários) e SINDICOM (Sindicato do Comércio de Marabá).

Na reunião de hoje, ampliada, além de João Chamon e Odilon Neto, estiveram presentes o tenente-coronel Dayvid Sarah Lima, comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar (BPM); o major Edson Ribeiro, comandante do 34º BPM; e o delegado Vinícius Cardoso das Neves, diretor da 21ª Seccional Urbana de Policia Civil, que representou o superintendente regional de Polícia Civil, delegado Thiago Carneiro Rodrigues.

O presidente da ACIM, Raimundo Nonato Júnior, fez uma breve introdução, relatando sobre os últimos arrombamentos a estabelecimentos comerciais da VP-8, ocorridos em série e amplamente noticiados pelos meios de comunicação. Ele destacou o novo momento econômico que o País está começando a vivenciar e solicitou a ajuda das autoridades da Segurança Pública a fim de que os empreendedores não fiquem reféns desse tipo de crime, que vem causando enormes perdas financeiras e materiais.

Tanto os oficiais da PM quanto o delegado de Polícia Civil alertaram para o fato de que, qualquer que seja a situação, o Boletim de Ocorrência (BO) deve ser feito, pois é por esse registro que as zonas de perigo são mapeadas para um combate mais eficiente à criminalidade.

Um dos diretores do CONJOVE relatou que, nas duas ocasiões em que seu estabelecimento foi invadido, esteve na Delegacia de Polícia Civil e registrou o BO, mas assinalou o fato da demora no atendimento. O delegado Vinícius explicou que hoje a Polícia Civil em Marabá sofre de carência de pessoal e falou acerca da escala de prioridades no atendimento da DP, conforme a gravidade de cada caso. Mesmo assim, recomenda que seja lavrado o BO, a partir do qual a ação policial será bem mais rápida e eficaz.

João Chamon lembrou que hoje o efetivo policial no Pará, tanto da Civil quanto da Militar, está bem abaixo do que deveria ser. Disse que o governador Helder Barbalho está tentando minimizar essa situação com a realização de concursos, o que deve melhorar o atendimento nas delegacias e o policiamento ostensivo nas ruas.

Várias sugestões, tanto por parte das entidades de classe quanto dos órgãos de segurança, foram debatidas exaustivamente e as mais eficazes acatadas. O secretário Chamon, os comandantes e o diretor da Seccional disseram que não medem esforços para combater a criminalidade e, em consequência disso, os níveis estão diminuindo em Marabá, e destacaram mais uma vez que a informação é fundamental.

Disponibilizaram vários canais pelos quais podem ser localizados e comunicados e prometeram montar estratégias a fim de minimizar os casos de arrombamentos e de roubos. A ACIM e demais entidades, da parte delas, também se comprometeram em firmar parceria a fim de obter bons resultados.

Ao final, os empresários foram convidados a visitar as instalações do Disque-Denúncia Sudeste do Pará e do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), ambos instalados na área do 4º BPM.

Participaram da reunião, representando a classe empresarial, Raimundo Nonato Júnior (presidente da ACIM), João Tatagiba (vice-presidente), Caetano Reis Neto (presidente do CONJOVE e secretário da ACIM), Raimundo Alves Neto (vice-presidente do SINDICOM e diretor da ACIM), Henrique Rocha (diretor do CONJOVE), Hudson Júnior (diretor do CONJOVE), Klênio Santiago (ACIM), Delano Remor (ACIM), Sueli Pianho (ACIM), Quelma Gonçalves (assessora Comercial da ACIM) e Ricardo Pugliese, secretário municipal de Indústria e Comércio de Marabá e ex-diretor da ACIM.

ASCOM/ACIM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *