NOTICIAS Principais Notícias Slides

ACIM PROMOVE RODADA DE NEGÓCIOS ENTRE VALE E FORNECEDORES LOCAIS

A ACIM (Associação Comercial de Industrial de Marabá) promoveu nesta segunda-feira, 15, Rodada de Negócios entre empresários locais e a mineradora Vale, que iniciou as obras de instalação do Projeto Salobo III. O evento de negócios teve ainda a participação de representantes da Construtora Andrade Gutierrez e da Empa, terceirizadas da Vale, que já estão trabalhando no novo projeto de mineração, situado no território de Marabá.

Pela mineradora, participaram o gerente executivo do Salobo III, Plínio Tocchetto; o gerente de Suprimentos, Igor Póvoa; e o gerente de Relacionamento Institucional, Luiz Veloso. Todos trouxeram suas equipes de trabalho, contabilizando cerca de 20 funcionários na mineradora.

    Plínio Tocchetto apresenta o Projeto Salobo III aos participantes da Rodada de Negócios

O presidente da ACIM, Raimundo Nonato Araújo Júnior, abriu a Rodada falando sobre a Associação Comercial, apresentando a entidade e os projetos da atual gestão.

Agradeceu a presença da Vale e das duas terceirizadas e disse esperar que esse primeiro contato seja uma semente que floresça com a celebração de contratos entre a mineradora e os fornecedores de Marabá. E, falando em nome do empresariado local, manifestou o desejo de que isso possa se tornar uma rotina entre a Vale e ACIM e, consequentemente, entre os fornecedores locais.

Em seguida, Plínio Tocchetto fez uma breve apresentação do Salobo III e disse que veio a Marabá reafirmar o compromisso da alta direção da Vale, de celebrar contratações com o mercado local, mas que isso não seja só um ritual e sim que aconteça com o objetivo de mudar a percepção do fornecedor local em relação à mineradora.

Representantes da Empa, responsável pela terraplenagem e infraestrutura da implantação do Salobo III; e da Andrade Gutierrez, que trabalha nas obras civis, também se apresentaram e falaram da possibilidade de também negociar com os fornecedores locais.

Em seguida, empresários que atenderam ao convite da ACIM, associados e não associados, apresentaram seus empreendimentos, falando sobre que tipo de material ou serviços fornecem experiência no mercado, estrutura pata atender ao Salobo III, etc. Na oportunidade, funcionários da área de Suprimentos da Vale responderam a vários questionamentos e esclareceram dúvidas dos participantes.

    Vale, Andrade Gutierrez, Empa fornecedores locais e diretores da ACIM participaram da Rodada de Negócios

Gerente do Salobo III elogia fato de a ACIM qualificar os fornecedores locais

Acerca do fato de a Associação Comercial vir constantemente capacitando e qualificando seus associados – e também não associados – para que possam estar habilitadas a fornecer não só para a Vale, mas para outras grandes empresas, Plínio Tocchetto disse que vê isso “com muita satisfação”.

“Tanto a Vale quando os nossos principais fornecedores têm o maior interesse em contratar localmente as empresas para prestarem serviços e fornecerem materiais e equipamentos”, afirma ele, destacando que “tendo a qualificação necessária, estando alinhado com os requisitos de segurança, meio ambiente e qualidade, não tem porque [a Vale] não comprar no mercado local”.

    Fornecedores tiveram a oportunidade de falar sobre seus materiais e serviços para a Vale e duas de suas terceirizadas

“Esse é um desejo de todos nós. E aí o próximo passo é a questão da qualidade comercial. E a gente pode notar que isso vem evoluindo bastante”, disse, destacando que só em 2018 a Vale comprou diretamente no mercado da região, R$ 4,3 bilhões, dos quais R$ 1,3 bilhão no município de Marabá.

“Isso já reflete esse esforço dos dois lados, tanto dos fornecedores, de estarem habilitados, quanto da Vale, de comprar diretamente do mercado local. No ano passado foram R$ 150 milhões de ISS [Imposto sobre serviços] recolhidos na região”, declarou.

Para ele, a expectativa é de transformar essa iniciativa de aproximação em negócios concretos e que todo mundo possa, de fato, perceber que a Vale está realizando e os “fornecedores estão tendo essa oportunidade devida como merecem”.

  • O presidente da ACIM, Raimundo Nonato Júnior, falou dos projetos da Associação para os próximos dois anos

Presidente da ACIM espera que grandes negócios sejam gerados

Também sobre a oportunidade de colocar frente a frente Vale e fornecedores locais, o presidente da ACIM, Raimundo Nonato Júnior, afirma que esse momento visa justamente fazer essa aproximação, para que a mineradora possa orientar melhor, sobre suas demandas e também enxergue que os fornecedores locais têm, um grande potencial “e, a partir desse nivelamento entre as partes interessadas, gerar oportunidades de negócios para os empresários de Marabá e região”.

Júnior afirma que, qualificados, os fornecedores têm muito mais chances de fechar contratos tanto com a Vale quanto com outros grandes empreendedores: “Uma coisa é você reclamar que não fecha negócio com o fornecedor porque não está qualificado ou então não atende à base de cadastro necessária. Outra coisa é oferecer as ferramentas e apresentar as demandas, dúvidas ou mesmo perguntas por meio de formulário para que você possa, então, permitir que esse fornecedor local acesse essa grande compradora que é a Vale”.

A ACIM – afirma o presidente – entra nesse meio de campo possibilitando o contato entre uma grande empresa consumidora e os pequenos fornecedores, possibilitando, inclusive, também qualificar esse fornecedor naquilo que a Vale eventualmente alegue que não seja suficiente para ser um fornecedor cadastrado na base dela.

“Então, a Vale nos passa os pré-requisitos e os requisitos mínimos e a ACIM, então, fazendo essa ponte, prepara esse fornecedor, pelo fornecimento de informações e capacitação, para que ele possa, então, se tornar um fornecedor dessa grande companhia”, reafirma.

Demandas do Projeto Salobo III

Categorias demandadas em 2019

– Lojas no regime de comodato (mercado/lanchonete e salão de beleza);

– Serviços de preservação dos equipamentos e materiais do armazém de obras;

– Fabricação, fornecimento e transporte de estrutura metálica e acessórios (aproximadamente 700t);

– Caldeiraria é estruturas que deverão ser fornecidas com todos os serviços, materiais e equipamentos necessários:

a) Caldeiraria (caixas, calhas, chutes, silos, tanques e trilhas): 978 t.

b) Revestimento: 3.391m².

c) Proteção com chapa de desgaste em aço: 395t.

d) Miscelâneas Metálicas (com pintura): 17t.

– Torre de comunicação e materiais de construção.

Categorias demandadas em 2020

– Medidores de vazão;

– Medidores de nível,

– Medidores de temperatura;

– Medidores de pressão;

– Válvulas de controle on-off – guilhotina e mangote;

– Válvulas de controle modulado – esfera;

– Válvulas de controle on-off – esfera e borboleta;

– Válvulas de controle on-off – solenoide;

– Quadros de distribuição de tensão de controle;

– Quadros e painéis de iluminação.

ASCOM/ACIM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *