NOTICIAS Principais Notícias Slides

ACIM e Correias Mercurio conversam sobre negócios para o mercado local

Diretores da ACIM (Associação Comercial e Industrial e Marabá), liderados pelo presidente Raimundo Nonato Araújo Júnior, estiveram em reunião nesta quarta-feira, 20, com dirigentes da Correias Mercurio, no Distrito Industrial de Marabá. O encontro teve o objetivo de conhecer as demandas de bens e serviços da empresa, que possam ser supridas pelo mercado local, a fim de que a entidade possa preparar seus associados para que se tornem fornecedores potenciais, uma vez que cada empresa tem sua metodologia e condições peculiares para acolher fornecedores.

Na Correias Mercurio, além de Raimundo Júnior, os diretores Paulo da Costa Alves, Alberico Roque e João Tatagiba, e a gestora de Relacionamento da ACIM, foram recebidos pelo gerente de Operações Davi Crepuscoli Santos e pelo diretor industrial Edson Silva.

Raimundo Júnior disse que hoje a intenção da Associação é fazer com que a classe empreendedora enxergue na entidade representatividade e força para tentar resolver as demandas e sair em defesa dos pequenos, médios em grandes empreendedores locais.

De outra parte, os dirigentes da Mercurio disseram que o compromisso daquela indústria é exatamente desenvolver Marabá, priorizando as compras no município e se colocaram à disposição da ACIM para fornecer as informações necessárias a respeito de como funciona seu Setor de Compras, para que, por meio da Associação Comercial, os fornecedores possam se adequar e se habilitar a negociar com a Mercurio.

A indústria, que tem matriz em Jundiaí (SP), começou a operar em Marabá em outubro de 2017, gerando inicialmente 70 empregos diretos, número que no último ano saltou para 150, com mão de obra local, trabalhando continuamente na fabricação de correias transportadoras.

Funciona hoje com 85% da capacidade instalada, fornecendo 99% das correias usadas nos projetos mineradora Vale, alcançando em um ano e meio a produção projetada para três anos, fornecendo ainda para a Mineração Rio do Norte, Alcoa, VLI, para o Porto de São Luís (MA) e Porto de Pecém (CE).

ASCOM/ACIM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *