NOTICIAS Principais Notícias Slides

Raimundo Nonato Araújo Júnior é o novo presidente da ACIM para o biênio 2019-2020

Aconteceu no último dia 7 de dezembro, na sede da ACIM (Associação Comercial e Industrial de Marabá), a eleição da nova diretoria da entidade para o biênio 2019-2020. Eleito por aclamação, uma vez que apenas uma chapa se inscreveu para concorrer ao pleito, o empresário Raimundo Nonato Araújo Júnior, do Grupo Futuro Educacional, presidirá a ACIM partir deste dia 10 de dezembro, conforme dita o Estatuto da Associação.

Delano Antônio Remor, presidente da Comissão Eleitoral, disse que viu o momento com muita alegria porque, normalmente, época de eleição na Associação Comercial é de harmonia: “A gente tem novos quadros entrando e trazendo novas perspectivas, novas idéias. E tudo isso traz um novo alento para a nossa Associação. Então, eu vejo essa aclamação como uma unidade geral e a gente tem certeza absoluta de que o Júnior e a sua equipe farão um ótimo mandato”.

Ele afirmou ainda estar realmente esperançoso, acredita que novos desafios surgirão e manifestou confiança: “É um novo governo, mas vai dar tudo certo e eu tenho certeza de que a Associação vai continuar crescendo”.

Delano Antônio Remor, presidente da Comissão Eleitoral e Membro do Conselho Superior da ACIM.

Remor avaliou que a indicação de Raimundo Nonato Júnior foi muito boa porque, em primeiro lugar, “ele é um empresário jovem na idade e jovem de espírito também” e a própria equipe que ele escolheu para trabalhar com ele é formada por pessoas jovens, com pensamentos avançados: “Temos muita gente boa e todos vão colaborar para o engrandecimento da Associação”.

O QUADRO DE DIRETORES DA ACIM FICA ASSIM CONSTITUÍDO

Presidente: Raimundo Nonato Araújo Júnior

Primeiro Vice-Presidente: Claudia Aparecida Felipe

2º Vice-Presidente: João Eufrásio de Alcântara Tatagiba

1º Secretário: Caetano Cândido dos Reis Neto

2º Secretário: Eugênio Caetano Alegretti Neto

1º Tesoureira: Sueli Pianho

2º Tesoureiro: Clebes Rodrigues da Silva

1ª Diretora de Relações Públicas: Kessiana Rodrigues Bezerra Soares

2º Diretor de Relações Públicas: Henrique Antônio Rocha

1ª Diretora Social: Raquel de Oliveira Miranda

2º Diretor Social: Ergino Luiz de Oliveira Ferreira

1º Diretor Comercial: Hudson Ferreira da Silva Júnior

2º Diretor Comercial: Joel Nogueira da Silva

1º Diretor Industrial: Ian Correia

2º Diretor Industrial: João de Oliveira Vasconcelos

1º Diretor de Assuntos Especiais: Paulo da Costa Alves

2º Diretor de Assuntos Especiais: Antônio César Olivi

1º Diretor de Comunicação: Flávio Correa De Souza

2º Diretor de Comunicação: Murilo Silva Nogueira

1º Diretor de Meio Ambiente: Emerson Alves Rocha Tupinambá

 2º Diretor de Meio Ambiente: Thyago Loyola Silva

1º Diretor de Turismo: Dauro Antônio Remor

2º Diretor de Turismo: Raimundo Alves da Costa Neto

1º Diretor de Micro Empresa: Rodrigo Barroso Gonçalves,

2º Diretor de Micro Empresa: Marcelo Almeida Araújo

Presidente da Assembléia Geral: Albérico Araújo e Silva Júnior

Conselho Fiscal: Tarcísio Rodrigues Marques, Anilton Vieira dos Santos, Bruno Victor Monteiro Barroso, Renato Ewerton de Melo, Griego Duarte da Silva e Marciano José Scapin

Conselho Superior: Félix Gonçalves de Miranda, Delano Antônio Remor, Ítalo Ipojucan de Araujo Costa e Mauro de Souza.

Novo presidente diz se sentir honrado pela aclamação e fala do “Projeto Marabá 2040”

Raimundo Nonato Araújo Júnior, 44 anos, 12 deles como associado da ACIM, disse que viu a indicação do nome dele, pelos demais empresários, para conduzir a ACIM, com bastante orgulho e honra, pois se trata de uma entidade que é realmente muito significativa e representativa, que tem uma importância muito grande para Marabá e para a região.

Ele afirma que as expectativas são realmente grandes, a responsabilidade exige uma dedicação destacada para que os projetos de desenvolvimento do município sejam impulsionados a partir da Associação que representa os empresários de todos os segmentos de Marabá.

“Nós acreditamos em uma união entre os diretores e também, principalmente entre os associados. Que venham para a entidade com o desejo não só de esperar que as coisas aconteçam, mas de fazer as coisas acontecerem”, conclama o novo presidente.

Júnior observa que essa é a essência do associativismo, as classes unidas em prol de um desenvolvimento: “Eu penso que não se podem depositar todas as fichas num presidente ou num vice-presidente ou numa diretoria. A classe inteira precisa se fazer representar junto com essas lideranças para que o desenvolvimento possa ser buscado e também executado dentro do município”.

Raimundo Nonato Araújo Júnior, do Grupo Futuro Educacional, presidente da ACIM para o biênio 2019/2020.

Sobre a busca de novos associados para a ACIM, Raimundo Júnior disse que já tem em mente algumas estratégias para aumentar a capilaridade de representação dos associados, como trazer para a Associação os micro, os pequenos e também os MEIs (Microenpreendedores Individuais), a fim de avolumar a importância da instituição, não apenas política  e estruturalmente, mas também fazer com que “as pessoas compreendam que o associativismo só existe a partir da adesão maciça dos interessados”. “Então, todo empreendedor deve se fazer presente como associado e como soldado na busca por melhores oportunidades de negócios, a partir da Associação Comercial”, observa Júnior.

Ele afirma já ter em mente algumas ações de captação de novos associados, fidelização e também ampliação e participação dos já associados. Diz entender que a formação, a educação e o treinamento são a base do desenvolvimento de qualquer entidade.

“Então, vamos trazer bastante treinamento, muitos cursos de aperfeiçoamento para os empreendedores e também para os seus colaboradores, de modo que a Associação possa ampliar sua oferta de serviços e também de produtos para atrair ainda mais novos associados para dentro da Casa”, promete novo presidente.

Sobre a postura política da ACIM de agora em diante, Nonato Júnior afirma que pretende fortalecer o relacionamento com os setores organizados, as demais associações representativas de classes ou não, mas organizadas, e também com o setor político e demais poderes, como o Executivo, o Legislativo e o Judiciário, além do Ministério Público.

“Nós temos conversado com os demais novos diretores o desenvolvimento de um Projeto ‘Marabá 2040’, em que queremos impulsionar, por meio da locomotiva da ACIM, a adesão das demais entidades, para que nós possamos, juntos, a diversas mãos, construir um projeto de futuro para a nossa cidade, de modo que possamos, não determinar o que deve ser feito, mas, projetar, de maneira sugestiva para todas as entidades e autoridades políticas, que nós temos um caminho traçado, um projeto desenvolvido de uma Marabá para 2040”, propõe Júnior.

O novo presidente da ACIM afirma esperar que esse seja um dos principais legados dentro da Associação nesse novo biênio 2019-2020, puxar o ‘Movimento Marabá 2040’ com todas as entidades e poderes constituídos da cidade.

Ítalo Ipojucan vê renovação e união de propósitos na aclamação de Júnior

Ítalo Ipojucan de Araújo Costa, que presidiu a ACIM por três mandados e agora, passa a compor o Conselho Superior da entidade de classe, vê a escolha de Raimundo Nonato Júnior como uma renovação dentro do quadro da Associação, destacando que ele já vinha, havia bastante tempo, dividindo as atividades com a diretoria que saiu.

“É experiente, um empresário de sucesso e com uma visão singular a respeito da importância da Associação e dos compromissos da entidade diante da sociedade que ela representa. Então, o momento é de festejar essa renovação. Acredito que todos os que passaram na presidência da ACIM e as suas diretorias têm em comum o compromisso com a entidade e com a cidade de Marabá”, avalia Ítalo.

Ítalo Ipojucan fez balanço da gestão.

Para ele, cada um que passou pela direção da entidade deu o melhor de si, contribuindo para o sucesso da Associação e da comunidade e isso não foi diferente nas gestões em que ele esteve à frente da ACIM.

“Fizemos muitas ações de inovação, de fortalecimento de representação da Associação, tanto na questão doméstica, que são os deveres, a representatividade da ACIM e seus compromissos para com os associados, quanto no extramuros, que é a responsabilidade diante da sociedade, diante da região e, por conseguinte, em defesa do Estado”, observa Ítalo.

Ele salienta que no extramuros a ACIM desempenhou muito bem seu papel e se projetou como uma voz ativa e com amplo conhecimento dos embates para o desenvolvimento regional e do Estado do Pará e, consequentemente, “para o desenvolvimento de Marabá”.

“Dentro desse quesito, a ACIM conseguiu essa projeção de reconhecimento estadual, pelos governos, pelos parceiros e pelos agentes de desenvolvimento. Eu acredito que foi de pleno êxito. E não será diferente agora com o Júnior. Ele tem uma cabeça mais jovem, com iniciativas inovadoras e que conta com um grupo coeso”, destaca Ipojucan.

Para Ítalo, o compromisso permanece o mesmo e a Associação tem muito a ganhar com essa renovação: “O compromisso com a cidade e com a região, os anseios pelo desenvolvimento da cidade de Marabá, o desenvolvimento regional, com a atração de novos negócios, com o fortalecimento da empregabilidade e com a oferta de produtos diferenciados para seu quadro de associados, do próprio fortalecimento do associativismo e do quadro de associados deve ser uma pauta que faz parte do planejamento da nova diretoria”.

De certa forma, para Ítalo Ipojucan, é uma pauta coerente com os trabalhos que vêm sendo feitos ao longo dos últimos exercícios. Ele acredita que é um momento extremamente importante e não pode deixar de destacar a eleição da nova chapa por aclamação.

“A ausência de dissidência mostra a união da Associação Comercial quanto aos seus propósitos. Eu acho que isso é significativo e faz uma diferença muito forte, é um trabalho em que cada um dá a sua parcela em contribuição para a comunidade, para a entidade, para a própria representatividade da cidade de Marabá. E, o fato de estarmos elegendo, por aclamação a nova diretoria, mostra que a ACIM amadureceu muito”, constata o ex-presidente.

“Já houve momento de disputas acirradas, presenciamos outras experiências, estas recentes, com associações fortes da nossa região, mas que passaram por momentos de disputa intensa, o que mostra divisão dentro dos seus quadros. É claro que a pluralidade de ideias é extremamente importante, mas o fato de nós estarmos aqui, neste momento, elegendo uma nova diretoria, mostra o amadurecimento da Associação em prol da conquista dos objetivos que ela tem a missão de perseguir”, conclui Ítalo Ipojucan.

Presidente do CONJOVE assume Primeira-Secretaria da ACIM e prepara sua sucessão no Conselho 

O presidente do CONJOVE (Conselho de Jovens Empresários), órgão permanente da ACIM, Caetano Cândido Reis Neto, que na nova direção da Associação Comercial exercerá a função de primeiro-secretário, lembra que Raimundo Nonato Júnior participou da reativação do CONJOVE, em 2013, e afirma que é muito satisfatório ver essa renovação na Associação Comercial.

“Como o Júnior me incumbiu de ser primeiro-secretário na nova Diretoria nos próximos dois anos, nós já estamos fazendo também um processo de sucessão dentro do CONJOVE”, anunciou Caetano, afirmando que é uma maneira de unir as sinergias, pois, apesar do Conselho fazer parte da ACIM, tem uma bandeira voltada para voltada para o micro e para o pequeno empresário e para o comércio.

“Então, vamos tentar dar esse suporte ao Júnior a fim de poder trabalhar para esses segmentos, fortalecendo ainda mais as campanhas do comércio e poder trazer todo esse know-how, com todas as bandeiras das campanhas que o CONJOVE faz, assim como a bandeira do empreendedorismo, com o ‘Bate-Papo Empreendedor’ e também as pautas de cidadania fiscal, como o ‘Feirão do Imposto’, entre outras ações que o CONJOVE vai implantar, por meio da CONAJE [Confederação Nacional dos Jovens Empresários] aqui em Marabá, a partir de 2019”, anuncia ele.

Caetano disse que o propósito é elevar, junto com Raimundo Júnior, o trabalho que já vinha sendo feito por Ítalo Ipojucan Costa, que “foi incansável” à frente da Associação: “Aqui, gente também tem de manifestar o sentimento de gratidão, porque o Ítalo sempre deixou muito à vontade a atuação do CONJOVE, com o apoio total da ACIM, para, inclusive, usar a estrutura da entidade para suas iniciativas”.

Por ASCOM / ACIM.